Prefeitura de Anapurus: Vanderly Monteles e a licitação suspeita

Ah, a bela Anapurus! Cidade pacata do Maranhão, onde a prefeita Vanderly Monteles, do PCdoB, tem feito um trabalho… interessante. Recentemente, a prefeitura virou o centro das atenções, mas não por causa de um festival de forró ou uma feira de tapioca. Não, meus amigos, a estrela do momento é uma representação protocolada na Ouvidoria do Tribunal de Contas (TCE/MA). E adivinhem? Não é por causa de um prêmio de gestão exemplar.”

Segundo o documento, ao qual o site Folha do Maranhão teve acesso e apontou em seu endereço, a gestão de Vanderly tem sido bastante criativa na hora de dividir as despesas. Aparentemente, a ideia é evitar licitações ou optar por modalidades mais baratas. Essa prática, conhecida como fracionamento de despesas, tem como objetivo direcionar recursos para fornecedores específicos. É claro, tudo isso em desacordo com as normas legais vigentes. Quem diria, hein?

Mas a cereja do bolo é a contratação de empresas ligadas a membros do órgão público. Um exemplo? A contratação da empresa de um fisioterapeuta vinculado à própria prefeitura. Isso mesmo, você não leu errado. A Prefeitura de Anapurus contratou a empresa JFM Terceiro Ltda (Meio Norte Gás), que pertence a João Francisco Monteles Terceiro, fisioterapeuta no Centro de Saúde Isaac Francisco Monteles. Em outras palavras, funcionário da própria prefeitura. E a empresa fornece gás para a gestão de Vanderly Monteles. Que coincidência, não é mesmo?

Alex filósofo

Jornalista (DRT: 2255/MA) Professor e amante da Filosofia, Empresário, Blogueiro, graduando em Marketing Digital e Ativista Social e Cultural. Com uma formação intelectual lastreada no pensamentos de grandes nomes da filosofia e da política, a crítica é sempre desafiadora e esclarecedora..

Leave a Reply